memeLab

Blog do pixel

Trezentos

14 de julho de 2009Comente!

ontem, enquanto jantávamos, Sérgio Amadeu me entrevistou para o Trezentos, e aproveitou para me incluir lá.

manifesto MPB

11 de julho de 2009Comente!

acabei de assinar o manifesto Música Para Baixar. ele já foi assinado por mais de 100 pessoas/bandas, entre eles Leoni, Zélia Ducan e Ultraje a Rigor, leia e assine!

Join online dialogue on “Information Activism: Turning Information into Action”

2 de julho de 2009Comente!

July 8 – 14, 2009

Join New Tactics, Tactical Technology Collective, and our featured resource practitioners from July 8 – 14 for an on-line dialogue on Information Activism: Turning Information into Action. This on-line dialogue will be space for practitioners to share the innovative ways in which they have turned information into action with their advocacy campaigns. We will discuss topics such as: collecting data, creative ways of visualizing data, digital ways of sharing this information, and the security risks one should evaluate before implementing these activities. We will be sharing tools and tactics that can help you move your information into action! Join our online community today to participate!

http://www.newtactics.org/en/user/register

http://www.newtactics.org/en/blog/new-tactics/information-activism-turning-information-action

OVC: 2o. dia

24 de junho de 2009Comente!

Assim como no dia anterior, relato abaixo apenas os momentos que mais me marcaram no dia.

Comecei o último dia da Open Video Conference assistindo o painel “Industry Perspectives on Open Video” com representantes da Adobe, YouTube, blip.tv, e Boxee, onde falaram de como Open Video integra-se no trabalho das empresas às quais representam e quais são as possibilidades futuras ligadas a Open
Video nessas empresas.

Depois assisti Xeni Jardin, co-editora do Boing Boing e produtora do programa Boing Boing TV, falando sobre suas experiências recentes em Guatemala, onde diversos problemas políticos e sociais tem sido divulgados em redes sociais e outras mídias comunitárias. Ela também falou da nova interface do BB TV. Durante a apresentação, Xeni disse que eles utilizam músicas em Creative Commons (CC) para a trilha das matérias, bem como liberam seu conteúdo em CC.

Mais tarde assisti Tony Scott fazendo a apresentação do Purefold, uma série independente inspirada em Blade Runner. A proposta é que os episódios sejam construído colaborativamente com o público e que sejam lançados em CC.

O evento foi encerrado com uma videoconferência com Peter Sunde, do Pirate Bay, que começou com
Xeni Jardin do BB TV o entrevistando e depois abrindo para perguntas da platéia. Durante a entrevista, Peter falou de como foi criado o
Pirate Bay, sobre a cadeira no parlamento europeu e que estão movendo os servidores para um local que nem ele sabe onde fica (!).
Entre as perguntas da platéia que se destacaram estão:

- Você acredita que as gravadoras vão negociar com vocês? Cuja resposta foi: sim, daqui há alguns anos, quando elas não tiverem
mais opções.

- O que está acontecendo com o Pitabe Bay agora? Onde, na resposta, ele disse que em alguns dias seria feito um importante anúncio, do
qual ele não podia comentar.

- De onde veio o nome Pirate Bay? Cuja resposta foi: “não lembro”.

- Quanto do conteúdo do Pirate Bay está sob licenças livres? Quando ele respondeu que aproximadamente 70% era livre. Essa
última pergunta foi minha, fruto de uma discussão na comunidade brasileira de VJs, VJBR.
Peter estará no Brasil no FISL, que acontece entre 24 e 27 de junho.

Posts relacionados:
> Open Video Conference
> Open Video: apresentação
> Esquentando para a OVC
> OVC: 1o. dia
> OVC: 2o. dia

OVC: 1o. dia

21 de junho de 2009Comente!

É impossível escrever sobre tudo que acompanhei e todas as discussões que participei nesse dia sem me alongar demais. Tentarei, a seguir, documentar alguns dos momentos que mais me marcaram.

Logo de manhã, após a keynote de Yochai Benkler, professor da Harvard Law School, Chris Blizzard e Mark Surman da Mozilla falaram do impacto da adoção de modelos abertos de vídeo, possibilitando a utilizacão de vídeo como uma maneira de diálogo online. Foi apresentada a incorporação da tag <video>, como definida no draft do HTML 5, no Firefox 3.5, que será lançado em algumas semanas.

O resultado disso é que vai ser possível assistir vídeos no navegador sem necessidade de plugins ou players online e – o mais importante – manipular o vídeo utilizando HTML e JavaScript. Exemplos das consequências dessa incorporação é que os vídeos de sites como YouTube não precisarão mais de um player em Flash e que qualquer um vai poder inserir um vídeo em um site com a mesma dificuldade que há na inserção de uma imagem.

Inicialmente o suporte no Firefox erá apenas ao codec livre Theora, mas outros formatos devem ser suportados no futuro. Além da tag <video>, essa versão do Firefox também vai incorporar a tag <audio> e o codec Vorbis.

Assisti, também, Ronaldo Lemos, do CTI da FGV, falando de como a população brasileira está se apropriando de vídeo e da Internet, da maneira que a Internet foi (e pode voltar a ser) utilizada no Brasil nas campanhas eleitorais e sobre a Lei Azeredo.

No final do dia assisti Jon Lech Johansen, mais conhecido como DVD Jon, falando sobre “DeCSS, 10 years later”. Para entender o DeCSS é preciso, primeiro, entender que o CSS – Content Scrambling System – é um sistema que previne a cópia DVDs. O pequeno programa escrito por Jon (cujo código cabe até em uma camisa) torna possível copiar vídeos dessa mídia. Ele disse que já tentou diversas vezes perder o “DVD” de seu nome, fazendo engenharia reversa em outros sistemas de DRM, o que pode ser observado no verbete com seu nome na Wikipédia.

À noite fui para Clips! the Open Video Afterparty, onde assisti uma bela performance do Eclethic Method, remixando clipes de maneira magistral, e depois fui comer uma pizza e discutir sobre Open Video no Brasil com José Murilo, do Ministério da Cultura, e Pedro Markun, do Jornal de Debates.

Posts relacionados:
> Open Video Conference
> Open Video: apresentação
> Esquentando para a OVC
> OVC: 1o. dia
> OVC: 2o. dia