memeLab

Projeto Vídeo Online

Guia básico de conversão – VLC

28 de julho de 20118 comentários

Muitos indivíduos, empresas e instituições dispõe de obras e registros próprios gravados em vídeo, armazenados na tão conhecida mídia DVD. Diante da necessidade de disponibilizar este conteúdo na web ou mesmo copiá-los em arquivo digital, é preciso converter este material em formatos apropriados para exibição. Para isso, diversos softwares conversores de vídeo e tutoriais de uso estão disponíveis ao público.

Porém, sem algumas orientações específicas, essa tarefa relativamente simples costuma resultar em falhas e perda de tempo até que sejam feitos todos os ajustes necessários para se obter um arquivo com a qualidade desejável. Isso ocorre porque a maioria dos tutoriais de conversão passam completamente a largo das configurações de parâmetros que interferem no som e imagem resultantes nos arquivos convertidos.

Apresentamos aqui um guia de uso do software livre Videolan VLC Media Player para converter e extrair vídeos de DVDs para outros formatos digitais como MP4. Optamos por trabalhar com o VLC porque, além de reproduzir e converter arquivos numa grande variedade de formatos, se trata de um software livre, com versões para diversos sistemas operacionais – ainda que seu funcionamento seja otimizado no Linux.

Algumas informações importantes antes de começar

  • A conversão é um procedimento longo e que exige muitos recursos do sistema, por isso o ideal é dedicar a máquina a este processo. O uso de outros aplicativos, principalmente programas gráficos, jogos, editores e players de vídeo pode prejudicar o resultado final do vídeo gerado. Uma ocorrência comum nestes casos é um problema com delay de áudio.
  • De maneira geral, quanto maior a compressão do formato, menores são os arquivos resultantes, mas isso pode comprometer a qualidade da imagem e do som.
  • Faça testes com diferentes qualidades de conversão alterando os parâmetros nas configurações avançadas para atingir melhores resultados de qualidade de vídeo x tamanho de arquivo. Entenda melhor esses parâmetros.

PASSO A PASSO

Passo 1. Insira no drive do computador o DVD que deseja converter. Abra o VLC e vá no menu Mídia (Media), escolha Converter/Salvar (Convert/Save). Selecione então a aba Disco (Disc).

Passo 2. Na aba Disco, marque a opção DVD. É recomendável eliminar os menus do DVD, já que eles não serão funcionais no arquivo de vídeo convertido – clique na opção Não usar menus de DVD, logo abaixo. Verifique se o Dispositivo de Disco aponta para o disco correto (normalmente é o D:, mas isso pode ser diferente caso haja mais de um drive no computador).

Aqui não é necessário alterar as configurações para gravar o DVD do início ao fim. Porém, você poderá configurar o trechos específicos alterando o número de título e capítulo. Clique em Converter/Salvar para prosseguir. Títulos e Capítulos são respectivamente as divisões e sub-divisões de um DVD. Ex: Num DVD com menus, Filme e Extras são títulos. Os trechos numerados do filme, por sua vez, são capítulos.

Passo 3. Na tela seguinte, na área Destino, clique em Procurar. Selecione a pasta onde irá salvar o arquivo e defina um nome para ele. IMPORTANTE: Ao definir o nome do arquivo, você deve incluir também a extensão relativa ao formato desejado (*.mp4, *.avi, etc.). Ao definir isto, o caminho selecionado irá aprecer no campo Arquivo destino.

Passo 4. Em Configurações, clique no menu para escolher o Perfil da conversão. Ali estão disponíveis diversos formatos que combinam compressão de áudio e vídeo. Para melhores resultados, recomendamos: Video – H.264 +AAC (MP4)

Desentrelaçamento – Essa opção serve para minimizar/corrigir o efeito de má qualidade provocado pela aparição de linhas horizontais na imagem, ocasionado por vídeos gravados em câmeras de tecnologia mais antiga. Para vídeos mais novos, não é necessário assinalar esta opção.

Definições avançadas

Para customizar os parâmetros da compressão do vídeo, clique no ícone  ao lado das definições de perfil. Este ícone dará acesso a abas para configuração do tipo de arquivo final, compressão de de vídeo e áudio.

A configuração sugerida para uma compressão otimizada – capaz de reduzir o tamanho do arquivo, mantendo boa qualidade de som e imagem – é a seguinte:

Encapsulamento: MP4/MOV (*.mp4)

Codec de vídeo: H.264
Taxa de bits:
1000 kpbs
Taxa de quadros: 25 qps
Resolução – Altura: 640 (a largura será ajustada automaticamente).
IMPORTANTE:
Redimensionar: 1.
Codec de áudio: AAC
Canais: 2 (estereo)
Taxa de amostragem de áudio: 44100

É possível testar outros resultados com a alteração desses parâmetros. Reduzir os valores, por exemplo, irá gerar arquivos menores – afetando também a qualidade final do vídeo. Para minimizar perdas, é possível procurar compensar a redução de alguns parâmetros e com aumento de outros, a depender das características do vídeo.

Definir o formato de arquivo - encapsulamento

Definir configurações de imagem

Definir configurações de áudio

Passo 5. Clique em Iniciar para dar início à conversão. O player irá retornar para uma tela-padrão, indicando a o andamento da conversão. O processo demora aproximadamente o tempo real do vídeo que está sendo convertido. Assim, se o vídeo tem 1 hora de duração, o processamento da conversão irá levar cerca de 1 hora para ser concluído.

  • Para verificar o andamento de uma conversão, é possível reproduzir o vídeo ao longo do processo. Para isso, basta marcar a opção Exibir a saída na tela inicial. Contudo, essa opção pode tornar a conversão mais lenta, ultrapassando o tempo real do vídeo.

Este é um guia de uso do software livre Videolan VLC Media Player para converter e extrair vídeos de DVDs para outros formatos digitais como MP4. O VLC é um software livre que pode ser utilizado em diversos sistemas operacionais. Está disponível para download gratuitamente no site http://www.videolan.org/vlc/

8 Comentários

  1. a. cardoso disse:

    Ótima explicação!Detalhada,passo a passo e objetiva.Espero que vcs continuem ajudando pessoas como eu,que não conhecem tecnologia.Obrigado por fazer um site tão útil.

  2. Alexandre disse:

    Muito obrigado pelas informações contidas nesse site. Existem pessoas que dedicam boa parte do seu tempo para fazerem boas ações e eu sei o quanto é trabalhoso fazer um site, retratar todas as telas do programa para facilitar o aprendizado e tentar ao máximo explicar todos os detalhes do vídeo passo a passo. Mais uma vez, Muito Obrigado Amigo.

  3. Guilherme disse:

    Muito obrigado pelas informações, eu precisava converter alguns vídeos, já tinha o VLC, usava pra ver vídeos, porém não sabia que este programa fazia conversão. Tinha baixado um programa que convertia vídeos, porém, quando o vídeo estava convertido aparecia a marca do conversor no vídeo no meio da tela, comprometendo então a beleza do vídeo. Com certeza o VLC é o programa que eu queria e precisava. E eu só descobri que o mesmo fazia conversão e aprendi a usar, por causa de vocês, muito obrigado, vocês me ajuadaram muito!

  4. jorge disse:

    Ola, obrigado pelas explicações. Voce saberia dizer se o VLC so faz conversões a partir de um disco de DVD ou se ele faz conversão de um arquivo a partir de uma pasta no HD do computador ou de um PENDRIVE?

    Att.
    Jorge.

  5. pixel disse:

    sim, é possível converter arquivos com o VLC.

  6. Alexandre_Martins disse:

    Obrigado, estou convertendo meu vídeo.

    Fiquei na dúvida quanto ao campo redimensionar porque no texto diz: “Resolução – Altura: 640 (a largura será ajustada automaticamente)”, porém no screemshot é a largura que está destacada com o valor 640.

    No meu caso alterei a altura, logo vou saber se fiz certo.

    Mais uma vez obrigado.

  7. Marcelo disse:

    Valeu mesmo.

  8. Dida disse:

    Obrigado mesmo porque pela primeira vez estou vendo uma explicação tão bem detalhada com grande simplicidade e bastante objetiva , porque até um leigo como eu consegui entender.
    Deus te Abençõe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>