memeLab

BLOG

Photolink Remix – Da imagem à mensagem

12 de abril de 2015Comente!

logo-photolinkPreste atenção como a forma como estamos nos comunicando pode sugerir que as imagens estão tomando lugar das palavras. Infográficos, memes, emoticons e emoji, gifs animados, vídeo. Um arsenal de recursos visuais para transmitir ideias, sensações, emoções, criando sentidos e atraindo magneticamente bilhões de olhos. Milênios depois de o ser humano deixar suas primeiras marcas nas paredes da caverna, voltamos ao começo para estabelecer uma outra maneira de nos comunicarmos. (mais…)

Influência do ambiente

30 de novembro de 2013Comente!

2013-11-26 00.12.03O comissionamento de obras tem vital importância na produção artística. Sem ele, obras como Davi, uma das esculturas mais famosas de Michelangelo e uma das obras mais importantes do Renascimento, não seria produzida.

O objetivo de minha residência na Metamáquina é criar um escultor, uma inteligência artificial que vai receber “encomendas” de esculturas únicas que serão assinadas por ela. O que garantirá a individualidade das esculturas serão condições ambientais que não defini inicialmente.

Conversando com Juca e Talmany essa semana, discutimos a proposta do ambiente influenciar na escultura que está sendo produzida. Entre as ideias que surgiram, está a de criar esculturas que apontem em direção à principal fonte de luz, como um girassol. Uma evolução dessa ideia é que as esculturas cresçam em direção às pessoas que circularem no ambiente.

Pretendo me aprofundar nessas ideias, testando sua viabilidade e resultados possíveis, pois elas acrescentam realismo ao processo de criação do nosso escultor que, como todo artista, é influenciado pelo ambiente no qual está produzindo.

Residência Artística MetaMáquina

14 de novembro de 2013Comente!
Caixa da MetaMáquinaAo explicar “mídias instáveis”, costumo dizer que são tecnologias que, por sua complexidade, assumem co-autoria de trabalhos artísticos. Se ao ler a frase anterior você pensou “isso é papo de nerd”, advinhou sem querer a principal razão pela qual me identifico com o pessoal da MetaMáquina. Mas, sendo sincero, eles são muito mais nerds que eu.Por isso anuncio com muito orgulho e empolgação ser o primeiro participante da Residência Artística Metamáquina. Espero dessa residência uma oportunidade de aprender e discutir com esses mestres em experimentação tecnológica (e não falo só de impressão 3D), explorando ao máximo a proposta de encarar o computador como autor.

O foco do projeto que pretendo desenvolver é a criação de uma inteligência artificial que vai desenvolver trabalhos em uma técnica que não domino: escultura. Esse escultor vai receber encomendas e criar trabalhos, cada um com uma assinatura específica que fará com que cada obra seja única.

A documentação do processo será publicada nos sites da Metamáquina e memeLab. Fiquem atentos!

Marcas Indeléveis 2

31 de agosto de 20131 comentário

Além do que á foi citado no post Marcas Indeléveis, acredito que existe outro fator que cria a tendência em um relacionamento a acabar.

No início de relacionamentos as situações boas impactam com força. Mas, à medida que elas se repetem, seu impacto positivo é cada vez menor. Isso se dá porque com a repetição a situação perde o ineditismo, que é um fator importante ao mensurar seu impacto.

No caso das ituações ruins, o contrário ocorre. À medida que elas se repetem seu impacto de torna maior, por consequência do desgaste causado pela repetição. Mas, como dito em Marcas Indeléveis, situações podem se resolver e não repetirem-se. No caso de situações negativas isso representa que o conflito foi solucionado.

Instalação de vídeo no Processing rodando no Ubuntu

22 de junho de 2013Comente!

Para fazer a instalação do GStreamer no Ubuntu é necessário instalar o pacote libgstreamer-plugins-base0.10.

Esse procedimento foi testado com Processing 2 e Ubuntu 13.04.

Marcas Indeléveis

23 de outubro de 20122 comentários

Zelda heart tattoA Experiência No.1 estuda fatos, situações. Mas, considerando que o resultado dessas situações se apresenta como uma variação no nível de paixão, como representar a curva que está entre início e o final da paixão? Acredito que a resposta a essa pergunta é dada ao descobrir o que define o ponto onde a tendência da curva deixa de ser ascendente e passa a ser descendente.

Semana passada conversando com um amigo, Talmany, chegamos à conclusão que cada situação deixa uma marca indelével no relacionamento. Essa marca é uma conclusão da situação que pode ser positiva ou negativa, representando o amadurecimento na relação. No caso de situações boas, a carga positiva implica que elas vão se repetir e a carga negativa que elas não vão se repetir. No caso das ruins, o contrário. Com isso o repertório de situações diminui com o tempo – se a queda do repertório de situações boas for mais rápida o nível de amor tende a cair.

(Acho que será necessário tratar a terminologia do projeto. Talvez criando um glossário, talvez um texto que explique a escolha dos nomes e o que eles representam.)

++

André Deak sugeriu o nome Criaturas Afetivas. Me parece um ótimo nome, mas não sei se representa o projeto completamente.

Experiência #2

8 de outubro de 2012Comente!

Experiência #2 é um ambiente hermético onde são colocadas criaturas artificiais que se apaixonam umas pelas outras. Essas paixões são definidas por características pré-determinadas, mas que podem mudar a partir dessas relações. Essas características serão divididas entre qualidades e necessidades, o primeiro grupo representando o que cada ser tem a oferecer em um relacionamento e o segundo grupo quais suas demandas. Quando uma criatura conhecer outra cujas qualidades superem suas necessidades, ela se apaixona pela outra. Se tiver sorte, suas qualidades também serão superiores.

Uma criatura pode estar apaixonada por um número ilimitado simultaneamente, bem como não existem limites para quando relacionamentos simultâneos cada criatura possa viver. Há de se pensar qual a melhor maneira de nomear as criaturas aqui. É necessário ter um número escalável de criaturas, mas que elas possam ser facilmente identificadas. Se possível, que seus nomes remetam de alguma maneira a suas características.

+++

Essas duas primeiras experiências do Criaturas Afetivas foram pensadas, como simulações, a partir de situações reais. A proposta é – de fato – criar reflexões que possam melhorar como as pessoas se relacionam com as outras. As experiências tentarão, dentro do possível, seguir o método científico. O primeiro passo para isso é acatar a proposta de Descartes de decompor o problema em pequenas partes. O problema aqui é “como melhorar as relações amorosas?”. Essa melhoria passa pela compreensão das pessoas e suas ações, o que necessariamente depende de suas motivações. Talvez a maior dificuldade desse projeto seja como transmitir o maior número de informações no menor tempo possível de maneira intuitiva… Preciso pensar muito nisso!

(só pra dizer que falei de amor)

27 de setembro de 2012Comente!

amor é essencial para todos, apesar de ser claramente diferente para cada um. (só pra dizer que falei de amor) é uma pesquisa que estou desenvolvendo para tentar, com auxílio de matemática, entender melhor as infinitas formas de amar.

++

ainda sem nome definido (na verdade, com um nome do qual me envergonho) o primeiro projeto dessa pesquisa estuda a paixão em um ambiente hermético e controlado. dentro desse ambiente é colocado um casal de amantes artificiais que, ao se apaixonarem, passam a ter vida, que dura enquanto houver paixão recíproca.

esse amantes artificiais serão, inicialmente, criados a partir de estereótipos de sexualidade. eles serão nomeados com letras do alfabeto. a quantidade de paixão que cada amante do casal sente pelo outro será influenciada por situações reais a serem coletadas e inseridas no banco de dados, associadas a um valor (positivo ou negativo) que representa como aquela situação influencia no nível de paixão que cada um sente pelo outro. As situações reais serão coletadas inicialmente com amigos em mesas de bar e depois online. Elas serão apresentadas a pessoas dispostas a colaborar com o projeto para que definam seu valor numérico.

cada relacionamento será apresentado em tempo real, enquanto existir, de 2 maneiras: através da representação do nível de paixão que cada amante sente pelo outro e através de um histórico das últimas situações pelas quais passaram. quando o relacionamento terminar, ele ficará registrado e será apresentado o número de situações pelas quais passou. por exemplo: “A e B passaram por 27 situações.”

++

Edição: Muitas coisas mudaram deste que esse texto foi publicado. A principal é que a pesquisa passou a se chamar Criaturas Afetivas, por sugestão de André Deak.

Propostas (log 3: 1-10/3)

11 de março de 2012Comente!

Conceito (log 2: 28-29/2)

11 de março de 2012Comente!