memeLab

(só pra dizer que falei de amor)

27 de setembro de 2012Comente!

amor é essencial para todos, apesar de ser claramente diferente para cada um. (só pra dizer que falei de amor) é uma pesquisa que estou desenvolvendo para tentar, com auxílio de matemática, entender melhor as infinitas formas de amar.

++

ainda sem nome definido (na verdade, com um nome do qual me envergonho) o primeiro projeto dessa pesquisa estuda a paixão em um ambiente hermético e controlado. dentro desse ambiente é colocado um casal de amantes artificiais que, ao se apaixonarem, passam a ter vida, que dura enquanto houver paixão recíproca.

esse amantes artificiais serão, inicialmente, criados a partir de estereótipos de sexualidade. eles serão nomeados com letras do alfabeto. a quantidade de paixão que cada amante do casal sente pelo outro será influenciada por situações reais a serem coletadas e inseridas no banco de dados, associadas a um valor (positivo ou negativo) que representa como aquela situação influencia no nível de paixão que cada um sente pelo outro. As situações reais serão coletadas inicialmente com amigos em mesas de bar e depois online. Elas serão apresentadas a pessoas dispostas a colaborar com o projeto para que definam seu valor numérico.

cada relacionamento será apresentado em tempo real, enquanto existir, de 2 maneiras: através da representação do nível de paixão que cada amante sente pelo outro e através de um histórico das últimas situações pelas quais passaram. quando o relacionamento terminar, ele ficará registrado e será apresentado o número de situações pelas quais passou. por exemplo: “A e B passaram por 27 situações.”

++

Edição: Muitas coisas mudaram deste que esse texto foi publicado. A principal é que a pesquisa passou a se chamar Criaturas Afetivas, por sugestão de André Deak.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *