memeLab

BLOG

Posts com a tag evento

memeLab transmite Encontro AVLAB de maio

5 de maio de 2011Comente!

No dia 17 de maio, realizaremos mais uma transmissão ao vivo do Encontro AVLAB. O evento acontece das 19h às 21h, no Centro Cultural Espanha em São Paulo. Nesta edição, intitulada Dançando entre códigos, o debate está dedicado às novas tecnologias e dinâmicas interativas aplicadas a dança. (mais…)

Debate com especialista sobre crack

7 de dezembro de 2010Comente!

O antropólogo Philippe Bourgois viveu em meio a viciados da América Central e Estados Unidos por mais de 20 anos. Especialista em crack vem ao Brasil conhecer realidade de dependentes da droga no país. Os debates serão transmitidos ao vivo dias 8 e 9/12 pelo site http://jornaldedebates.uol.com.br (mais…)

Debates Uninove discute direitos autorais na internet

1 de dezembro de 2010Comente!

Evento será realizado em 01/12, às 20h, no Campus Uninove Vergueiro

A internet revolucionou a comunicação, relacionamentos, negócios e a forma de compartilhar conhecimento, informação e cultura. Dentre as muitas polêmicas trazidas com estas mudanças está a do direito autoral, em uma época em que qualquer conteúdo pode ser publicado, baixado, enviado, remixado e redistribuído na rede. Se de um lado há quem diga que a web prejudica os autores de filmes, livros e músicas, de outro se diz que as novas possibilidades empoderam os produtores de conteúdo cultural, que passam a depender cada vez menos de intermediários para conquistar seu público.

Em 15 anos de web no Brasil, já assistimos à grandes batalhas jurídicas, como as do Napster e do Piratebay, ao mesmo tempo em que vimos novos talentos brotarem da web e bandas consagradas publicarem, por vontade própria, álbuns inteiros na internet – de graça.

Em meio a este cenário, a nona edição do Debates Uninove pergunta: a internet aumenta a pirataria?

Debatedores:

Sérgio Amadeu, sociólogo e ativista da comunidade Software Livre
Ednei Procópio, editor associado e membro da Comissão do Livro Digital da Câmara Brasileira do Livro
Roberto Mello – Presidente da Associação Brasileira de Música e Artes (Abramus)
Dalton Spencer Morato Filho – Advogado da Associação Brasileira de Direitos Reprográficos
Gustavo Anitelli – Empresário da banda O Teatro Mágico
Marcel Leonardi – Professor de Direito e Internet na FGV-SP

Serviço:
Quando: 01/12/2010 (quarta-feira), às 20h
Onde: Auditório do Campus Uninove Vergueiro (Rua Vergueiro, 235)
Transmissão ao vivo em www.jornaldedebates.uol.com.br

Debates Uninove

A iniciativa é fruto da parceria da Universidade Nove de Julho, que conta com mais de 100 mil alunos em seu corpo discente, e do jornal online e colaborativo JD, dirigido pelo jornalista Paulo Markun. A série de debates leva os principais assuntos da atualidade para discussão entre personalidades consagradas e os futuros profissionais do mercado .

Desde agosto, foram oito encontros realizados, com participação de ministros, secretários de Estado, cientistas, juristas, jornalistas, empresários, investidores e políticos. O projeto Debates Uninove marca o retorno do jornalista Paulo Markun à organização e mediação de debates, função que exerceu por dez anos, primeiro como apresentador e depois acumulando o cargo de diretor do programa Roda Viva, da TV Cultura

Em dezembro, a série Debates Uninove receberá ainda o especialista em crack norte-americano Philippe Bourgois para discutir o assunto, que se tornou um dos mais relevantes da pauta nacional, com especialistas brasileiros.

Debates realizados

Para que serve a Comissão da Verdade?
17 de novembro

Participantes: Luiz Eduardo Rocha Paiva, General da Reserva; Martim Sampaio, conselheiro e presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/SP; Roberto Delmanto Jr., advogado criminalista; Ivo Herzog, presidente do Instituto Vladimir Herzog; e José Gregori, presidente da Comissão de Direitos Humanos do município de São Paulo e ex-ministro da Justiça.

Como pesquisar para a Inovação?
25 de outubro

Participantes: Silvio Meira, professor titular da Universidade Federal de Pernambuco e cientista-chefe do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (C.E.S.A.R.); Sérgio Queiroz, professor da Unicamp e coordenador da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Antônio Britto, jornalista, ex-governador do Rio Grande do Sul e presidente-executivo da Interfarma – Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa; e Milton Abreu Campanário, coordenador do Mestrado e Doutorado em Administração da UNINOVE.

A Justiça precisa ser lenta?
20 de outubro

Participantes: David Eduardo Depiné – Conselho Nacional de Justiça; Maria Tereza Sadek-  Centro Brasileiro de Estudos e Pesquisas Jurídicas;José Renato Nalini e Ademir de Carvalho Benedito – desembargadores do   Tribunal de Justiça de São Paulo; Antônio Carlos Alves Braga Jr. – Conselho Nacional de Justiça; e Jarbas Machioni – Ordem dos Advogados do Brasil.

Que Brasil surge das urnas?
07 de outubro

Participantes:  Fernando Barros Silva – Folha de S. Paulo; Renato Rovai – Revista Fórum; e Alberto Carlos Almeida – autor de A Cabeça do Eleitor e A Cabeça do Brasileiro.

A ciência deve usar células-tronco?
29 de setembro

Participantes: Mayana Zatz, coordenadora do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Células-Tronco em Doenças Genéticas Humanas; Claudio Cohen, presidente da Comissão de Bioética do Hospital das Clínicas de São Paulo; Padre Vando Valentin, do Centro de Fé e Cultura da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; e Lenise Garcia, professora de Bioética da Universidade de Brasília.

O Senado e a Educação – Quais as propostas dos candidatos?
15 de setembro

Participantes: Aloysio Nunes (PSDB), posteriormente eleito com a maioria dos votos no estado, Ricardo Young (PV), Alexandre Serpa (PSB), Ciro Moura (PTC), Dr. Redó (PP), Ana Luiza (PSTU) e Ernesto Pichler (PCB).

O Brasil está pronto para sediar a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos?
30 de agosto

Participante:  ministro dos Esportes, Orlando Silva

Haverá trabalho no futuro?
25 de agosto

Participantes: Pedro Rubez Jehá, secretário do Estado do Emprego e Relações do Trabalho/SP; André Urani pesquisador do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade; Antônio Carlos de Matos administrador de empresas; Waldir Quadros, pesquisador da Unicamp; e Alfio Lagnado, empresário e surfista.

Fórum da Cultura Digital Brasileira 2010

9 de novembro de 2010Comente!

Com informações do http://culturadigital.br/forum2010

A 2ª edição do Fórum da Cultura Digital Brasileira, a ser realizada entre os dias 14 e 17 de novembro de 2010, pretende congregar, conforme ocorreu em 2009, as iniciativas de cultura e comunicação existentes no país que estão conectadas pela rede social CulturaDigital.br, lançada em julho de 2009. A memeLab presta consultoria em tecnologia para todo o evento, que além dos debates, terá abertura marcada pelo show Futurível, reunindo Gilberto Gil, Macaco Bong e outros artistas.

Todo trabalho de articulação em rede é estruturado a partir da relação entre ações no plano virtual e dinamizado por encontros presenciais. No ano passado, a primeira edição do Fórum consolidou o espaço do debate sobre Cultura Digital no País, a partir de cinco eixos temáticos de discussão: arte, comunicação, economia, infraestrutura e memória.

Este ano, a proposta é dar visibilidade aos processos emergentes na rede, às diferentes comunidades de práticas e interesses que se organizaram ao longo do ano, levantando questões e propondo formulações para subsidiar políticas públicas de cultura contemporâneas. Também será o momento de celebrar o ciclo criativo da cultura digital, que se aprofundou com a indução feita pelo Ministério da Cultura desde 2003.

A programação colaborativa do Fórum será resultado de um prévio trabalho de mobilização e articulação que garanta a difusão do evento entre as redes existentes e assim possa atrair os principais grupos contemporâneos de cultura que trabalham a rede de forma estrutural, como os Pontos de Cultura, os Pontos de Mídia Livre, o Circuito Fora do Eixo, o Metareciclagem, as redes integradas do ArteMov (mobilidade), as redes de arte digital, os agentes mobilizados pelo Simpósio Internacional de Políticas Públicas para Acervos Digitais, sempre com prioridade para os participantes da Rede CulturaDigital.br, cujo objetivo é constituir-se como uma rede de redes.

Essa rede social, pioneira na articulação de pessoas e organizações com o intuito de promover a elaboração de políticas públicas para a era digital, reúne atualmente mais de 5 mil membros. Em 2010, a rede recebeu Menção Honrosa no mais importante prêmio europeu de arte e tecnologia, o Ars Electronica.

O evento também pretende, como ocorreu no ano passado, abrir espaço para expressões artísticas emergentes do mundo das redes, antecipando tendências e apresentando a diversidade cultural brasileira para o público participante e para a mídia de São Paulo.

Também estão previstas palestras ligadas aos temas principais da agenda da Cultura Digital no país, como o Plano Nacional de Banda Larga, a nova Lei de Direito Autoral e o Marco Civil da Internet, entre outros temas a serem definidos no correr do processo, com a participação dos usuários da rede CulturaDigital.br.

SERVIÇO

Quando: 14 a 17 de novembro de 2010.
Onde: Auditório do Ibirapuera e Cinemateca Brasileira, São Paulo
Quanto: Entrada franca.

Confira a programação!

Como pesquisar para a inovação? – debate ao vivo nesta segunda

25 de outubro de 2010Comente!

A Pixel Multimídia realiza mais uma transmissão ao vivo dos encontros Jornal de Debates/Uninove.

Como aliar o esforço empreendido em pesquisas com inovação? O assunto será debatido nesta segunda-feira, 25/10, às 20h em mais uma edição da iniciativa Debates Uninove. Clique aqui para assistir a transmissão ao vivo.

Os investimentos em pesquisa e desenvolvimento no Brasil estão em crescimento constante desde 2004. Ainda assim, o valor investido em inovação pelas empresas e o governo brasileiro é a metade do que se aplica no setor em países desenvolvidos. Segundo os dados mais recentes do Ministério da Ciência e Tecnologia, em 2008, foram investidos R$ 32,8 bilhões em P&D (pesquisa & desenvolvimento), valor equivalente a 1,09% do PIB brasileiro.

De acordo com especialistas, as empresas que têm mais chance de dar certo na economia do século XXI são as que investem em áreas específicas de conhecimento. Em um cenário paralelo ao das corporações já estabelecidas, pequenas iniciativas de inovação, baseadas em pesquisa e empreendedorismo, já têm impacto na economia nacional e geram mais de 30 mil empregos e R$ 1,6 bilhões de faturamento.

Parcerias entre a iniciativa privada e universidades têm crescido, mas a legislação que dá benefícios fiscais a instituições particulares que financiam pesquisas no país ainda não facilita a participação de empresas de pequeno porte.

Debatedores convidados:

Silvio Meira é professor titular de engenharia de software do centro de informática da ufpe, cientista-chefe do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife, presidente do conselho de administração do Porto Digital, colunista do Terra Magazine, comentarista da CBN e consultor de políticas e estratégias de informação, TICs e inovação.

– Sérgio Queiroz é professor do Departamento de Política Científica e Tecnológica da Unicamp e Coordenador Adjunto de Pesquisa e Inovação da Fapesp.

– Antônio Britto Jornalista, político e executivo brasileiro, já exerceu os cargos de deputado federal, ministro da Previdência Social e governador do estado do Rio Grande do Sul e, desde maio de 2009, é presidente executivo da Interfarma – Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa.Britto atua no mercado corporativo há 10 anos. Já foi membro do conselho administrativo da Claro, CEO da Azaléia e membro do conselho da Braskem.

– Milton de Abreu Campanário Economista pela FEA/USP, Mestre pela Universidade de Harvard e Ph.D. pela Universidade de Cornell. Coordenador do Programa de Mestrado e Doutorado em Administração – PMDA da Universidade Nove de Julho – UNINOVE e Professor da FEA/USP. Foi superintendente do Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo IPT. Publica na área de economia industrial e políticas e gestão tecnológica. Editor da Revista de Administração e Inovação – RAI.

Mediação: Paulo Markun – comentarista da Gazeta

A iniciativa Debates Uninove, fruto de uma parceria do JD e da Universidade Nove de Julho, já promoveu outros seis debates sobre os princiais temas da atualidade. Na última edição, especialistas discutiram a morosidade na Justiça brasileira. Participaram a prof. Maria Tereza Sadek, diretora de pesquisa do Centro Brasileiro de Estudos e Pesquisas Judiciais; Dr. Davi Eduardo Depiné Filho, 1º Subdefensor Público-Geral do Estado; Dr. Antônio Carlos Alves Braga Jr., juiz auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ); Dr. Jarbas Machioni, conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil; Dr. José Renato Nalini, desembargador da Câmara Especial do Meio Ambiente do Tribunal de Justiça de São Paulo; e Dr. Ademir de Carvalho Benedito, desembargador e coordenador da Conciliação em 2º Grau do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Antes disso, Fernando Barros Silva, do jornal Folha de S. paulo, Renato Rovai, da revista Fórum e Alberto Carlos Almeida, autor de A Cabeça do Eleitor e A Cabeça do Brasileiro discutiram o novo cenário político do país, a partir das eleições de 03 de outubro. Em 29/09, cientistas e religiosos discutiram os limites das pesquisas com células-tronco; estiveram presentes Mayana Zatz, coordenadora do Instituto Nacional de Células-Tronco em doenças genéticas, Claudio Cohen, presidente da Comissão de Ética do Hospital das Clínicas de São Paulo, Padre Vando Valentin, do Núcleo de Fé e Cultura da PUC-SP e Lenise Garcia, professora de Bioética da Universidade de Brasília.

O Debates Uninove também já reuniu os candidatos ao Senado por São Paulo para discutir suas propostas para educação no país. Compareceram Aloysio Nunes (PSDB), posteriormente eleito com a maioria dos votos no estado, Ricardo Young (PV), Alexandre Serpa (PSB), Ciro Moura (PTC), Dr. Redó (PP), Ana Luiza (PSTU) e Ernesto Pichler (PCB).

Em 30/08, o ministro dos Esportes, Orlando Silva, foi sabatinado pelos estudantes, que enviaram mais de 400 perguntas, e os jornalistas Marcelo Damato, colunista do jornal Lance, Jiane Carvalho, editora executiva do jornal Brasil Econômico, Bruno Doro, editorassistente do UOL Esporte. A preparação do país para a realização dos dois principais eventos esportivos internacionais dominou o encontro, que foi citado em onze reportagens da grande mídia.

No primeiro encontro da iniciativa Debates Uninove, Pedro Rubez Jehá (secretário do Estado do Emprego e Relações do Trabalho/SP), André Urani (pesquisador do Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade), Antônio Carlos de Matos (administrador de empresas), Waldir Quadros (pesquisador da Unicamp) e Alfio Lagnado (empresário e surfista) discutiram o futuro do trabalho, os desafios e as oportunidades que quem inicia uma carreira.

O projeto Debates Uninove marca o retorno do jornalista Paulo Markun à organização e mediação de debates, função que exerceu por dez anos, primeiro como apresentador e depois acumulando o cargo de diretor do programa Roda Viva, da TV Cultura.

Próximos Debates

Até o final do ano, a parceria Uninove/JD realizará dez debates sobre os principais temas da atualidade, mediados pelo jornalista Paulo Markun, comentarista da TV Gazeta e JD, com participação dos estudantes da universidade – que tem hoje mais de 100 mil alunos, divididos em quatro campi (Vila Maria, Memorial, Vergueiro e Santo Amaro) e quatro polos pelo estado de São Paulo (Bauru, Botucatu, São Roque e São Manuel).

SERVIÇO

Evento: Debates Uninove
Data: 25 de Outubro de 2010 – segunda-feira
Horário: 20h (Hora de Brasília)
Local: Uninove: Campus Memorial – Av. Dr. Adolpho Pinto, 109. Barra Funda – São Paulo-SP